Divulgação científica: a ciência precisa ter voz!

folder_special

A divulgação científica representa importante elo entre os cientistas e a comunidade em geral.


share Compartilhar expand_more

A divulgação científica representa importante elo entre os cientistas e a comunidade em geral. Permite que o conhecimento obtido nas universidades e centros de pesquisas seja acessível ao cidadão, ajudando-o a ser mais crítico nas decisões a serem tomadas em seu dia-a-dia. Neste sentido, são imprescindíveis e muito bem-vindas todas as formas de divulgação da ciência! Quanto maior a variedade de meios de comunicação utilizados e públicos-alvo atingidos, maiores as chances da informação ser propagada de maneira equitativa, alcançando pessoas de todas as esferas sociais.

No entanto, a exigência do aumento da produtividade científica nos últimos 10 anos tornou-se um dos principais agentes limitantes para a atuação desses profissionais na área de divulgação científica. Para reverter essa situação, órgãos de fomento à pesquisa têm incentivado os cientistas à realizarem atividades de popularização da ciência. No Brasil, por exemplo, um desses incentivos é o Prêmio José Reis de Divulgação Científica, criado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que neste ano apresentou sua 37ª edição. Outro exemplo é a competição lançada pelo Projeto Imagine (da Universidade Federal de Santa Catarina), que estimula mestrandos e doutorandos da América Latina, Caribe e África a gravarem um vídeo de três minutos explicando a sua pesquisa de forma simples e acessível a todos. Os vencedores terão seus vídeos traduzidos em mais de dez idiomas. E ainda, a RedPOP reúne centros e programas que se dedicam à divulgação da ciência e tecnologia na América Latina e Caribe, como museus de ciência, centro de ciências interativos, museus de história natural, parques ambientais, zoológicos, jardins botânicos, aquários, programas de jornalismo científico, divulgação científica e educação não formal em universidades e ONGs.

Iniciativas como estas são necessárias, assim como o planejamento de políticas públicas ligadas ao incentivo da divulgação científica e que aumentem os investimentos financeiros para o desenvolvimento de novas pesquisas. Para que o conhecimento não fique restrito aos cientistas, a ciência precisa ter voz! E a sociedade, necessita ouvi-la!

Para mais informações:


Foto

Rosa Dias

emailrosa.dias@revistabioika.org

Bióloga com Doutorado em Ecologia pela Universidade Estadual de Maringá (PEA/UEM). Considero que só através da socialização do conhecimento poderemos alcançar uma sociedade mais justa. Tenho grandes e diversos sonhos! Um deles é acreditar que a educação amplia as almas e recria os horizontes; é a alavanca das mudanças sociais!

Foto

Alfonso Pineda

emailalfonso.pineda@revistabioika.org

Sou biólogo colombiano, finalizando doutorado no Brasil. Acredito que qualquer uma das áreas do conhecimento pode contribuir para a melhoria da vida dos demais, e que a educação é uma ferramenta poderosa. Além disso, acredito que o acesso a informação permite às pessoas maior protagonismo social.

Foto

Bárbara Angélio Quirino

emailbarbara.quirino@revistabioika.org

Bióloga e mestranda em ecologia pela Universidade Estadual de Maringá. As pequenas ações individuais são primordiais, mas somente quando estendemos nosso conhecimento para outras pessoas e unimos forças é que, de fato, podemos revolucionar o mundo.

Foto

Lucas Waricoda

emaillucas_nobuo@revistabioika.org

Músico e jornalista, já fiz um pouco de tudo nessa vida – o suficiente pra saber com quem e pelo que me entregar. Passei por jornais impressos, digitais, revistas, rádios, agências de publicidade e continuo tentando aprender a aliar tudo isso com a rotina maluca de uma banda autoral independente.


library_books Versão PDF


Você tem algo a dizer? Comente!

As opiniões registradas aqui pertencem aos internautas e podem não refletir a opinião da Revista Bioika. Este é um espaço aberto para a manifestação da opinião dos leitores, porém nos reservamos ao direito de remover os comentários que sejam considerados inadequados. Obrigado pela sua participação!


event_available Lançamentos

loyaltyInscreva-se


notifications_none Recentes


folder_special Favoritos


Origem da Revista Bioika