Povos do Xingu: Um Exemplo de Defesa Ambiental

Rio Xingu: pertencente ao ecossistema Amazônico está enfrentando grandes ameaças de empresas hidrelétrica e mineradora. Porém, indígenas, ribeirinhos e pesquisadores lutam pela manutenção da vida deste rio e das populações que dependem dele para a sobrevivência.


Formas de participação


share Compartilhar expand_more

Protetor solar: protege quem?

Diversos produtos com a finalidade de proteção aos raios ultravioleta apresen-tam uma substância química prejudicial aos recifes de coral. Devido a isso, le-gisladores do Havaí buscam a proibição do uso desses produtos para proteger esse ecossistema, que é fundamental para o turismo da região.

Hotspots de biodiversidade: tesouro “preservado”

Existem regiões do planeta que são mais ricas em biodiversidade do que outras, e apresentam um número excepcional de espécies exclusivas. Algumas dessas áreas estão extremamente ameaçadas, sendo conhecidas como “Hotspots de biodiversidade”.

Sombra de Projetos de Leis e Medidas Provisórias ainda ameaçam Áreas Protegidas da Amazônia

O clamor pelo veto das Medidas Provisórias (MP 756 e MP 758) foi amplo, reunindo pesquisadores, artistas, governos, órgãos internacionais, setores do próprio agronegócio e o Ministério do Meio Ambiente. O Palácio do Planalto anunciou o veto integral à MP 756 e o veto parcial da MP 758 em 19 de junho de 2017. Porém, as Unidades de Conservação continuam ameaçadas!

Corais Amazônicos: ecossistema único! Porém ameaçado

Os recifes de coral recentemente descobertos na Foz do rio Amazonas contrariam as condições ideais para a sobrevivência dos organismos, mas abrigam muitas espécies, inclusive espécies ainda desconhecidas pela ciência. Mas sua sobrevivência pode estar ameaçada pela exploração petrolífera na região.


event_available Lançamentos

loyaltyInscreva-se

O que perdemos com o desaparecimento das abelhas?

Muito mais do que produtoras de mel, as abelhas são agentes polinizadores. Representam uma das maiores responsáveis pela oferta de alimentos para a humanidade e indispensáveis na manutenção da biodiversidade do planeta. E justamente por isso, seu desaparecimento em diversas localidades é alarmante.

Transgênicos: potenciais riscos à saúde humana e ao meio ambiente

As Multinacionais, que detêm o controle dos organismos geneticamente modificados como os transgênicos, prometem diversos benefícios como aumento da produção e resistência à pragas. No entanto, há indícios de que os transgênicos podem representar ameaça a saúde humana e ao meio ambiente, com a manifestação de doenças e indicativos de perda de biodiversidade.


Origem da Revista Bioika

Mulheres na ciência: "Quando computadores usavam saias"

Muitas mulheres deixaram sua marca na evolução da ciência, tecnologia e na sociedade, poucas foram reconhecidas! Conheça algumas dessas brilhantes mulheres e convidamos outras mulheres geniais a seguirem os passos destas cientistas.

Portaria 445 do Ministério do Meio Ambiente: ferramenta para a conservação de espécies aquáticas

Durante aproximadamente 05 anos, pesquisadores formularam uma lista de espécies aquáticas ameaçadas de extinção no Brasil. Em 2014, esses dados resultaram em uma Portaria que visa proteger essas espécies de forma integral. No entanto, a burocracia e interesses particulares, retardam o processo.

Ameaça escondida no gelo: as consequências do aquecimento global podem estar sendo subestimadas

As consequências do aquecimento global não se restringem apenas às mudanças climáticas. Os solos formados por gelo (Permafrost) na Região Ártica do planeta podem guardar ameaças à vida na Terra.

Oceanos: um mar de plásticos!

O plástico está longe de ser descartável! É altamente resistente, afeta os organismos e demora séculos para desintegrar na natureza. Se continuarmos com os mesmos hábitos de consumo, em 2050 teremos mais plástico do que peixes no mar. Repensar nossos hábitos de consumo é uma forma de não piorar o processo em curso.

Cientistas de todo o mundo “marcham” por mais ciência

Algumas iniciativas de divulgação científica estão acontecendo pelo mundo. Estas auxiliam a chegada do conhecimento até a população e têm por objetivo mostrar à sociedade e aos representantes políticos que a ciência é um bem comum; que é, pode e deve ser aberta a toda a comunidade!

Atuação dos países da América Latina no Acordo de Paris

Acordo de Paris: O Planeta é de todos, porque o compromisso só de alguns?

Por que a febre amarela tem relação com a degradação ambiental?

Segundo a última divulgação do Ministério da Saúde, já são confirmados 574 casos de febre amarela no Brasil, sendo 187 mortes registradas em 91 municípios. Colômbia e Peru também estão às voltas com o problema. Mas só o Brasil teve casos confirmados de febre amarela. Por causa do avanço da doença, a Organização Mundial da Saúde reforçou o alerta para outros três países vizinhos.

O que Donald Trump tem a ver com você?

As decisões do presidente americano quanto a regulamentações ambientais de seu país, representam risco global.

Divulgação científica: a ciência precisa ter voz!

A divulgação científica representa importante elo entre os cientistas e a comunidade em geral.

backgroundbrush

background

« Econotícias »

Semanalmente, você encontrará novidades relacionadas à sustentabilidade, conservação e políticas de manejo de recursos naturais, descritas por meio de uma linguagem simples e acessível.

Foto

logo Rosa M. Dias
Editora Econotícias [ES]
Editora Econoticias [PT]

Revista Bioika

Rosa

email econoticias@revistabioika.org

Bióloga com Doutorado em Ecologia pela Universidade Estadual de Maringá (PEA/UEM). Considero que só através da socialização do conhecimento poderemos alcançar uma sociedade mais justa. Tenho grandes e diversos sonhos! Um deles é acreditar que a educação amplia as almas e recria os horizontes; é a alavanca das mudanças sociais!

Foto

logo Alfonso Pineda
Asistente Editorial [ES]
Revista Bioika

Alfonso

email alfonso.pineda@revistabioika.org

Sou biólogo colombiano, finalizando doutorado no Brasil. Acredito que qualquer uma das áreas do conhecimento pode contribuir para a melhoria da vida dos demais, e que a educação é uma ferramenta poderosa. Além disso, acredito que o acesso a informação permite às pessoas maior protagonismo social.

Foto

logo Bárbara Angélio Quirino
Assistente Editorial [PT]
Revista Bioika

Bárbara

email barbara.quirino@revistabioika.org

Bióloga e mestranda em ecologia pela Universidade Estadual de Maringá. As pequenas ações individuais são primordiais, mas somente quando estendemos nosso conhecimento para outras pessoas e unimos forças é que, de fato, podemos revolucionar o mundo.

Foto

logo Luciana Oliveira Dos Santos
Assistente Editorial [PT]
Revista Bioika

Luciana

email luciana.santos@revistabioika.org

Psicóloga em constante formação, apaixonada pela Ciência das relações, estou aqui para aprender. Aprender na relação comigo mesma e o meio (natural e por nós constituído); convidando a quem possa interessar a trocar saberes e fazeres.


share Compartilhar expand_more